Em formação

O que são esses minúsculos insetos vermelho-escuros?


Encontrei essas criaturas presas a uma folha do meu tomate na estufa / estufa, no início de junho, no sul de Oxfordshire, no Reino Unido.

Cada um deles tem cerca de 1-2 mm de tamanho. Eles não se moveram muito, mesmo quando gentilmente cutucados, embora alguns tenham se arrastado provisoriamente.

Eu estaria muito interessado em saber o que são, especialmente se são uma espécie benéfica ou uma praga!


Essas pequenas criaturas se parecem muito com Burrowing Bug de margem branca ou Sehirus cinctus ninfas.

Coisa muito interessante sobre o Sehirus cinctus é o seu comportamento taciturno. A fêmea observa os ovos e até alimenta os filhotes por alguns dias. Olhe ao redor. Você pode ver isso.

AFAIK eles não prejudicam suas plantas.

Mais informações:
http://polyploid.net/bugs/bugs.html
https://en.wikipedia.org/wiki/Sehirus_cinctus


Fotos: 15 insetos e aranhas que podem compartilhar sua casa

Embora muitas criaturas com várias patas possam compartilhar nossas casas, nem todas são pragas. Alguns são benéficos porque comem insetos pragas. Mas, ainda mais são simplesmente "invisíveis", vivendo silenciosamente fora da vista nos cantos e em espaços escuros escondidos em quartos ao redor da casa. Na verdade, você pode já ter vários desses "companheiros de quarto", mesmo que nunca os tenha visto. Aqui estão 15 exemplos encontrados em um estudo recente que analisou a diversidade da vida dos artrópodes nas casas. [Leia a história completa: Centenas de pequenos insetos provavelmente estão se escondendo em sua casa]

Os piolhos dos livros (Liposcelididae) são minúsculos insetos encontrados em muitos habitats, geralmente em ninhos de animais e casas humanas. Eles estão relacionados aos verdadeiros piolhos parasitas, mas em vez de sangue e pele, os piolhos dos livros se alimentam de fungos, insetos mortos, produtos alimentícios armazenados e outros pedaços de matéria orgânica. Este indivíduo está engatinhando em um pedaço de papel com uma fonte de 4 pontos. (Crédito: Matt Bertone)

Grilo de camelo

Grilos camelos (Rhaphidophoridae) são tipicamente habitantes de porões e espaços onde se alimentam de vários materiais orgânicos. Suas longas antenas ajudam a guiá-los na escuridão, enquanto suas longas pernas permitem que saltem grandes distâncias. Embora possam parecer assustadores, são inofensivos. Aqui é mostrado o grilo camelo com efeito de estufa (Diestrammena asynamora), que não é nativo dos EUA, mas se espalhou nos lares. (Crédito: Matt Bertone)

Larva de besouro do tapete

Como minúsculos limpadores de cachimbo, as larvas do besouro do tapete (Dermestidae) são cobertas por muitos pelos. Esses pelos são especialmente modificados para interferir com os predadores, obstruindo a boca dos aspirantes a caçadores. As larvas do besouro do tapete normalmente se alimentam de lã e outros fios de cabelo, penas e insetos mortos. (Crédito: Matt Bertone)

Besouro de carpete

Os besouros adultos (Dermestidae) são pequenos insetos redondos cobertos por escamas coloridas. Depois de viverem como larvas, preferem viajar para longe de casa, mas muitas vezes acabam morrendo no parapeito das janelas. Na natureza, às vezes podem ser encontrados em flores, alimentando-se de pólen e néctar. (Crédito: Matt Bertone)

Aranha adega

As aranhas da adega (Pholcidae), às vezes chamadas de patas longas, têm pernas finas e residem em teias. Eles são freqüentemente encontrados em porões e espaços para rastejar, mas também vivem em outras partes das casas. Embora se alimentem de pequenos artrópodes que capturam em suas teias, eles também invadem as teias de outras aranhas para comer os residentes. (Crédito: Matt Bertone)

Aranhas teia de aranha

Aranhas teia de aranha (Theridiidae), como esta aranha doméstica macho (esquerda) e fêmea (direita) (Parasteatoda tepidariorum), são membros comuns da fauna de artrópodes domésticos. Eles criam teias irregulares, que têm fios de disparo para o solo. Quando os insetos rastejantes entram em contato com esses fios apertados, a conexão é quebrada e a presa é puxada para dentro da teia. (Crédito: Matt Bertone)

Mosquitos de fungo de asa escura

Alguns dos insetos mais comumente encontrados nas casas são mosquitos-fungos de asa escura (Sciaride). Muitos vêm do solo de plantas domésticas com excesso de água ou de caixas de compostagem. Eles podem ser um incômodo, mas não morda. (Crédito: Matt Bertone)

Aranha fantasma

Há uma variedade de aranhas caçadoras que não fazem teias para capturar suas presas, mas, em vez disso, vagueiam ativamente em busca de alimento. Esses tipos de aranhas podem ser comuns em casas, rastejando pelo chão ou pelas paredes. Uma dessas aranhas é a aranha fantasma (Anyphaenidae), mostrado aqui. (Crédito: Matt Bertone)

Besouro terrestre

Besouros terrestres (Carabidae), como este falso besouro bombardeiro (Galerita sp.), são felizes por natureza, mas freqüentemente entram em casas e vagam por aí procurando presas (ou uma maneira de voltar para fora). Eles se alimentam de muitos tipos de pequenos artrópodes, dilacerando-os com mandíbulas poderosas. (Crédito: Matt Bertone)

Centopéia doméstica

Com tantas pernas, centopéias casa (Scutigera coleoptrata) são matéria de pesadelos. Na realidade, eles são inofensivos e farão o possível para evitar os humanos. As centopéias domésticas são caçadoras extremamente rápidas e ativas, principalmente se alimentando de baratas e moscas. Aqui é mostrado um jovem. (Crédito: Matt Bertone)

Formiguinhas pretas

Uma variedade de formigas (Formicidae) pode ser comumente encontrada nas casas. Esses insetos sociais costumam formar trilhas de trabalhadores em busca de comida e água. Aqui, um grupo de busca de pequenas formigas pretas (Monomório mínimo) encontra comida em um sofá. (Crédito: Matt Bertone)

Também chamadas de moscas do dreno, as moscas mariposas (Psychodidae) são semelhantes às pequenas mariposas, mas são, na verdade, moscas verdadeiras. Suas larvas habitam canos e ralos, onde se alimentam de sujeira e matéria orgânica que se acumula. Por esse motivo, os adultos costumam ser encontrados em banheiros. Os adultos são inofensivos e não mordem. (Crédito: Matt Bertone)

Vespa parasitóide

Existem muitas vespas minúsculas (a microscópicas) chamadas de & ldquoparasitóides & rdquo porque são parasitas cujas larvas matam seu hospedeiro. Algumas dessas vespas atacam grupos que vivem em casas, como aranhas, baratas e larvas de besouro-tapete. (Crédito: Matt Bertone)

Silverfish (Lepismatidae) são insetos antigos que não têm asas e têm escamas brilhantes por todo o corpo. Eles estão bem adaptados para viver em casas porque podem sobreviver com materiais com poucos nutrientes, como migalhas, insetos mortos e até mesmo colas, papel e couro. (Crédito: Matt Bertone)

Aranha cuspidora

Entre as aranhas mais interessantes estão as aranhas-cuspidoras (Scytodidae). Ao contrário de todas as outras aranhas, elas têm um par extra de glândulas de seda na cabeça, ligadas às glândulas de veneno. Isso permite que eles cuspam uma seda venenosa em sua presa, amarrando-a para que a aranha possa morder delicadamente o alimento. Mostrado aqui é Scytodes thoracica, um nativo da Europa que foi transportado ao redor do mundo e pode ser encontrado em residências. (Crédito: Matt Bertone)


Os ácaros do trevo florescem no início da primavera

Apesar do nome, não há sorte em encontrar um ácaro do trevo. Essa praga marrom-avermelhada escura, que é menor do que a cabeça de um alfinete, não representa uma ameaça à saúde humana nem causa grandes danos às residências, mas pode ser um incômodo severo quando invade estruturas.

Os ácaros do trevo diferem de muitas pragas porque preferem um clima mais frio. A atividade do ácaro trevo aumenta à medida que as temperaturas começam a cair, durante o qual eles prestam homenagem ao seu nome banqueteando-se com trevos, grama super-fertilizada e muitas outras plantas. Na verdade, os ácaros do trevo comem mais de 200 espécies de plantas diferentes, incluindo algumas flores. Sua atividade atinge o pico nos meses mais frios do início da primavera, quando podem se tornar o maior incômodo para os proprietários de casas - então, esteja preparado para ver ácaros do trevo em massa nesta época do ano.

Quando chega o verão mais quente, os ácaros do trevo põem ovos e ficam latentes. No nordeste dos EUA, por exemplo, eles podem entrar em um estado dormente por volta de maio e permanecer assim até setembro. Todos os ovos postos no outono hibernarão até a eclosão na primavera seguinte. Esses ovos são frequentemente posicionados nas rachaduras e fendas do exterior de uma casa ou entre as paredes, criando problemas para os proprietários após a eclosão.

As infestações domiciliares são mais graves quando ocorrem mudanças repentinas no clima ou no habitat. As populações normalmente se mudam para dentro de casa no outono, quando as plantas que alimentam os ácaros do trevo começam a perecer, fazendo com que essas pragas invadam em grande número - até centenas de milhares. Infestações adicionais que ocorrem na primavera são normalmente causadas pelo crescimento repentino de vegetação exuberante em torno do perímetro de uma casa, o que é especialmente palatável para os ácaros do trevo.

Quando esmagados, os ácaros do trevo adulto deixam uma mancha vermelha, especialmente em itens como cortinas, papel de parede, tapetes e outros móveis de cores mais claras. Como tal, os ácaros do trevo encontrados em casa devem ser aspirados em vez de esmagados.

Prevenção do ácaro do trevo

Existem medidas que os proprietários podem tomar para evitar infestações de ácaros do trevo dentro de casa. Para começar, a vegetação densa ou as plantas que atraem os ácaros do trevo devem ser removidas em uma faixa de 18 a 24 polegadas ao redor do perímetro da casa. Da mesma forma, os proprietários devem inspecionar a estrutura, incluindo a fundação, caixilhos das janelas e revestimento em busca de rachaduras que possam servir como pontos de entrada. Esses espaços devem ser devidamente vedados para evitar que os ácaros do trevo ponham ovos ou entrem na casa.

Livrando-se dos ácaros do trevo

Se os proprietários perceberem qualquer sinal de atividade do ácaro do trevo em sua propriedade, eles devem entrar em contato com um profissional licenciado de controle de pragas para resolver o problema. Para obter mais informações sobre outros tipos de ácaros, clique aqui.

Dicas de prevenção de carrapatos

Aprenda como manter você e sua família protegidos contra picadas de carrapatos antes de sair para o ar livre neste verão.

Vírus do Nilo Ocidental e EEE

Embora sejam diferentes em muitos aspectos, os casos extremos dessas duas doenças transmitidas por mosquitos podem causar graves consequências para a saúde.

Esconder percevejos em lugares incomuns

De bolsas a bichinhos de pelúcia, os percevejos podem se esconder em alguns lugares incomuns.


Bug vermelho

A situação: Várias espécies de insetos de cores vivas que vivem no solo são familiares aos residentes da Califórnia, que observam os insetos correndo sobre o solo seco, se alimentando e migrando entre terrenos baldios urbanos e campos cheios de ervas daninhas. Mais familiares são aquelas espécies com coloração vermelha e preta contrastante que se alimentam de sementes e vagens em desenvolvimento ou maduras. Os percevejos vermelhos e pretos da serralha da família Lygaeidae (Lygaeus spp. e Oncopletus spp.) e o bug de semente Rhopalid introduzido (Jadera hematoloma) são freqüentemente encontrados em paisagens urbanas, terrenos baldios e áreas selvagens da Califórnia. Recentemente, outro inseto alimentador de sementes de cores vivas pertencentes à família Pyrrhocoridae ou "Red Bugs" se estabeleceu no sul da Califórnia e está chamando a atenção devido a grandes agregações de ninfas vermelhas e pretas brilhantes e adultos alimentando-se de ervas daninhas anuais de folha larga em aberto áreas espaciais.

Scantius aegyptius, um inseto pirrocorídeo do velho mundo, nativo da região leste do Mediterrâneo, foi documentado pela primeira vez na América do Norte em Orange County durante junho de 2009. Relatos desse inseto em outros locais do sul da Califórnia (ou seja, Riverside County) sugerem que este inseto foi estabelecido por um ano ou mais antes dessas coleções de Orange County.

Descrição: Os adultos têm tipicamente 7 a 9 mm de comprimento e exibem uma coloração de advertência aposemática em vermelho e preto contrastantes. A cabeça, antenas e pernas são pretas. As asas anteriores (hemélios) que cobrem as costas do inseto são conspicuamente marcadas com duas manchas pretas redondas contra um fundo laranja-avermelhado brilhante. Os esternitos torácicos são laranja-avermelhados e os esternitos abdominais são vermelho-alaranjados brilhantes com várias manchas pretas laterais. As ninfas podem ser inteiramente vermelhas, com crescente maculação escura se desenvolvendo a cada muda.

Masculino S. aegyptius possuem fêmures frontais aumentados, aparentemente usados ​​para agarrar a fêmea durante a cópula e os pares de acasalamento são comuns onde esse inseto é encontrado.

Dano: A literatura contém muito poucas informações sobre a biologia da S. aegyptius e Scantius as espécies em geral não são consideradas espécies economicamente importantes. Em califórnia, Scantius foi observada alimentando-se de sementes e caules em desenvolvimento de Knotweed (Polygonum spp.) e Malva (Malva parviflora) É provável que S. aegyptius vai se alimentar de sementes de várias espécies de plantas herbáceas anuais.

O impacto mais perceptível de S. aegyptius na Califórnia, provavelmente haverá a presença de um grande número de ninfas e adultos migrando de ervas daninhas anuais que secam para áreas desenvolvidas adjacentes. Essas migrações consistindo de milhares de indivíduos podem ser muito evidentes e levar a grandes agregações em pequenos fragmentos de plantas hospedeiras, causando preocupação aos residentes locais que notam essas agregações óbvias

Distribuição: Scantius aegyptius é estabelecida no condado de Orange, porções adjacentes dos condados de Los Angeles e San Bernardino e possivelmente no condado de Riverside.


Coisas que são vermelhas na natureza

O vermelho é um espectro de cores e varia amplamente de vermelhos rosados ​​claros a tons escuros de bordô e terracota. Fizemos o possível para incluir todos esses tons e tons nesta lista, incluindo coisas naturalmente vermelhas que também são multicoloridas (mas principalmente vermelhas).

Aqui está uma lista visual de coisas que são vermelhas por natureza:

Aqui está uma lista mais longa e detalhada de coisas que são vermelhas por natureza, incluindo descrições:

  • Rubis: Estas são uma gema colorida conhecida por sua rica cor vermelha. Eles são comumente usados ​​em joias e ornamentação.
  • Pimenta: Os pimentões são pimentões usados ​​para dar calor e temperar os pratos. Eles vêm nas variedades vermelha, verde e amarela.
  • Rosas: As rosas são flores com fortes conotações românticas. Tem um caule espinhoso e flores perfumadas, e rosas vermelhas são comumente dadas como presentes no dia dos namorados.
  • Granada: Granadas são minerais que vêm em muitas cores diferentes, mas são mais conhecidos pela variedade escura, vermelho-sangue.
  • Tomates: Os tomates são grandes bagas vermelhas com um sabor adocicado e picante. Eles são apreciados em muitos tipos diferentes de pratos, tanto crus quanto cozidos, e há muitos debates sobre se eles são uma fruta ou um vegetal (são uma fruta).
  • Cranberries: Estes são arbustos perenes com flores rosa escuro e pequenos frutos vermelhos que variam do rosa escuro ao vermelho profundo. Os oxicocos são usados ​​em sumos, compotas e molhos.
  • Morangos: Trata-se de uma pequena fruta cítrica rica em vitamina C. É comumente usada em sobremesas, smoothies e sucos devido ao seu sabor doce e às vezes ácido.
  • Pôr do sol: Conforme o sol se põe, a luz que vemos torna-se um vibrante vermelho-alaranjado. Este período de tempo é conhecido pelos fotógrafos como & # 8220a hora de ouro & # 8221 devido às oportunidades interessantes de iluminação que oferece.
  • Cereja: Esta é uma pequena fruta rica em antioxidantes e varia do vermelho brilhante ao vinho escuro.
  • Folhas de outono: Durante o outono, as folhas que são normalmente verdes mudam para vários tons de vermelho, amarelo, laranja, rosa e às vezes azul ou preto.
  • Papoilas: As papoulas são a fonte do ópio, usado como narcótico medicinal. As papoilas vermelhas também são um símbolo de lembrança para os soldados que morreram na guerra.
  • Incêndio: O fogo é um processo de oxidação, resultando na liberação de calor e luz. O fogo é geralmente vermelho, amarelo e laranja, mas também pode ser azul ou verde, dependendo do combustível que está alimentando o fogo.
  • Pimento: Esta é uma fruta que vem nas variedades verde, amarela e vermelha. Também conhecido como pimenta (embora não seja picante).
  • Joaninha: Também conhecido como joaninha e joaninha. Trata-se de um pequeno besouro alado com uma concha vermelha que é pontilhada com manchas pretas.
  • Goji berries: Também conhecido como wolfberry. Uma pequena baga vermelha que geralmente é usada em sua forma preservada na culinária asiática.
  • Formiga vermelha: Estas têm uma cor castanho-avermelhada claro e também são conhecidas como formigas de fogo.
  • Lagosta: São crustáceos grandes com cauda longa e duas garras grandes (semelhantes a um caranguejo).
  • Folhas de bordo: Eles são usados ​​como um emblema pelos canadenses e variam em cor do amarelo ao laranja e ao vermelho.
  • Framboesas: São frutas pequenas, macias e doces. Eles são comumente usados ​​em sobremesas e cosméticos.
  • Cogumelos: Também conhecido como cogumelo venenoso. São fungos carnudos com pontas arredondadas que vêm em diferentes formas, cores e texturas. O cogumelo vermelho mais comumente reconhecido é um tóxico conhecido como & # 8220Fly agaric & # 8221.
  • Ácaro-aranha: Os ácaros da aranha são insetos minúsculos que se alimentam de plantas. Eles têm uma forma redonda, tecem teias de seda e são de um vermelho sangue escuro.
  • Nectarina: As nectarinas podem ser conhecidas como & # 8220pêssego barbado & # 8221 devido à sua semelhança com um pêssego, mas sem penugem. As nectarinas têm gradientes variáveis ​​de vermelho, branco e amarelo por fora e são amarelas ou brancas por dentro, dependendo do tipo.
  • Koi: Trata-se de uma carpa japonesa que é popularmente mantida para fins decorativos. Eles têm padrões brilhantes e coloridos e são considerados boa sorte.
  • Cabelo: O cabelo ruivo é bastante raro em comparação com outras cores e inclui variações de tonalidade do louro morango ao vinho profundo.
  • Sangue: Este é um fluido corporal que transporta nutrientes e oxigênio para as células. É principalmente água, é vermelho brilhante quando oxigenado e vermelho escuro quando desoxigenado.
  • Papagaio: Os papagaios são pássaros extremamente inteligentes e algumas espécies são capazes de imitar vozes humanas. Eles vêm em muitas cores e padrões diferentes e são populares como animais de estimação.
  • Azevinho: O azevinho é uma planta perene que é comumente reconhecida e usada como decoração de Natal. Possui folhas verdes pontiagudas e cachos de pequenas bagas vermelhas.
  • Rabanete: Esta é uma raiz comestível, comida principalmente crua e em saladas. Eles têm um sabor forte e podem vir nas variedades vermelha, roxa e branca.
  • Rambutan: Esta é uma pequena fruta nativa da Indonésia. Tem uma casca vermelha fofa e é verde quando verde.
  • Lichia: A lichia é uma fruta pequena e doce nativa da China. Possui polpa branca e uma casca vermelha fina e acidentada.
  • Sementes de romã: A romã é uma fruta com uma casca dura e espessa que contém pequenas sementes cobertas de carne. Eles têm um sabor forte e picante e são amplamente utilizados em sucos, sobremesas, assados, vitaminas, vinhos e como guarnições.
  • Ruibarbo: Esta é uma planta perene com um caule vermelho e folhas verdes. Os talos vermelhos são mais conhecidos por seus usos em sobremesas doces, como tortas e crumbles.
  • Feijão: Eles têm o nome de sua semelhança com nossos rins. Eles também são extremamente nutritivos e muito ricos em proteínas.
  • Feijões Adzuki: Também são conhecidos como & # 8220 feijão-mungo vermelho inglês. & # 8221 São pequenos feijões que geralmente têm uma cor vermelha terra.
  • Pêra Vermelha: Essas peras são principalmente vermelhas em vez de verdes e podem ter tons de verde ou amarelo.
  • Panda vermelho: Os pandas vermelhos são mamíferos nativos da China. Eles se parecem com um guaxinim, mas com pelo marrom-avermelhado e um rosto mais parecido com o de uma raposa.
  • Red Swiss Chard: Este é um vegetal folhoso com grandes folhas verdes escuras e longos caules vermelhos. Possui folhas altamente nutritivas e é comum em saladas.
  • Pêssego: O pêssego é uma fruta suculenta e doce, com uma penugem aveludada característica no exterior.
  • Orquídea: Estas são flores coloridas e perfumadas com muitos híbridos e cultivares. Eles vêm em várias cores e padrões e são populares entre os floristas e como plantas decorativas.
  • Dália: As dálias estão relacionadas aos girassóis, margaridas, crisântemos e zínias, e são as flores nacionais do México.
  • Peixe de combate siamês: Estes peixes são populares em aquários devido às suas barbatanas longas e bonitas. Eles são altamente territoriais, com os machos particularmente sujeitos a ataques agressivos se alojados com outros peixes.
  • Peixe-leão vermelho: São peixes peçonhentos com longas barbatanas e espinhos. Possui listras brancas, marrons e vermelho-alaranjadas por todo o corpo.
  • Polvo: Os polvos são moluscos de corpo mole e oito membros. Eles são extremamente inteligentes e podem vir nas variedades vermelha e laranja-vermelha.
  • Cavalo-marinho: São peixes pequenos com cabeça e pescoço semelhantes à forma de um cavalo e cauda enrolada. Eles têm cristas ao longo de seus corpos e são encontrados em climas tropicais de água salgada.
  • Melancia: São frutas levemente adocicadas, com casca verde espessa e polpa rosa-avermelhada pálida. Muito utilizado em saladas e sucos, é considerada uma fruta de verão.
  • Guaraná: Guaraná é uma planta rica em cafeína e usada em bebidas energéticas. Possui pequenas bagas vermelhas com sementes pretas e brancas e largas folhas verdes.
  • Lesma marinha: As lesmas do mar são invertebrados que se parecem com as lesmas normais. Eles vêm em várias cores, padrões e formas.
  • Ouriço-do-mar Vermelho: Os ouriços-do-mar são animais redondos cobertos por espinhos longos e afiados. Eles comem principalmente algas e se movem muito lentamente.
  • Toranja Rosa: É uma fruta cítrica conhecida pelo seu sabor agridoce. Parece uma laranja grande com um interior vermelho rosado.
  • Topázio Vermelho: Este é um mineral cristalino comumente usado em joias.
  • Flamingo: Os flamingos são aves pernaltas com pernas longas. Eles têm corpos geralmente rosados ​​que variam de um tom avermelhado pálido a escuro.
  • Sangue laranja: É um tipo de laranja com polpa vermelho-escura.
  • Marte: Marte é o quarto planeta a partir do Sol e também é conhecido como Planeta Vermelho devido à sua cor vermelha.
  • Grande Mancha Vermelha: Esta é uma grande tempestade em Júpiter, que percebemos como uma grande área vermelha na superfície de Júpiter (daí seu nome).
  • Arara Escarlate: Araras vermelhas são pássaros grandes com penas amarelas, azuis e vermelhas.
  • Northern Red Snapper: São peixes grandes com escamas vermelho-rosadas e barrigas brancas.
  • Camarão: Os camarões são pequenos crustáceos com um exoesqueleto fino e transparente. Eles têm um corpo listrado vermelho-alaranjado e branco.
  • Sapo venenoso de morango: Este é um sapo pequeno e venenoso com manchas pretas sobre seu corpo vermelho brilhante. Geralmente encontrado em ambientes úmidos.
  • Lagostim: Também são conhecidos como lagostins, crawdads, yabbies, percevejos e lagostas da montanha. Eles têm um corpo vermelho-tomate brilhante com saliências e saliências ao longo dele.
  • Gigantes Vermelhos: Estas são estrelas gigantes que esgotaram o hidrogênio em seus núcleos. Eles nos parecem manchas vermelhas com um núcleo amarelo.
  • Anões Vermelhos: Estas são consideradas estrelas pequenas e frias e também o tipo mais comum de estrela na Via Láctea.
  • Supergigantes vermelhos: Estas são as maiores estrelas do universo, mas não as mais brilhantes.
  • Diamante Vermelho: Estes são ainda mais raros e caros do que os diamantes rosa e azul. Eles têm as mesmas propriedades dos diamantes transparentes e variam de um vermelho acastanhado ao vermelho claro.
  • Berilo Vermelho: O berilo vermelho é extremamente raro e anteriormente era comercializado como & # 8220red esmeralda & # 8221. É uma pedra preciosa límpida, vermelho-rosada.
  • Zircão: Este é um mineral que vem em variedades rellow, marrom, vermelho, azul, verde e incolor.
  • Cádmio: Este é um elemento metálico que serve de base para tintas vermelhas. Conhecido como vermelho & # 8220true & # 8221 (em vez de vermelho que se inclina para outra cor).
  • Amaranto Vermelho: Esta planta é coberta com flores vermelho-acastanhadas escuras.
  • Uvas: Uma uva é uma fruta pequena e doce que vem em variedades verdes e vermelhas.
  • Pata de canguru: Esta é uma erva com flores enroladas que são cobertas por pelos fofos e aveludados.
  • Aranha Redback: Estas são aranhas pretas com uma forma de ampulheta vermelha brilhante em seus abdomens. Conhecido por ser extremamente venenoso.
  • Caranguejos vermelhos: Existem alguns tipos diferentes de caranguejo vermelho, incluindo o caranguejo King Red e Christmas Island.
  • Vermillion: Este é um mineral que é usado como pigmento em tintas. Um vermelho alaranjado brilhante.
  • Banksia: Este é um arbusto com frutas semelhantes a coníferas e sementes fofas.
  • Ocre: Este é um pigmento usado em tintas e corantes que resulta em uma cor vermelha terrosa.
  • Estrelas do mar: As estrelas do mar não são realmente peixes e também são conhecidas como estrelas do mar. Eles têm cinco braços que podem voltar a crescer e são mais comumente rosa, laranja ou vermelho.
  • Coral: Estes são invertebrados marinhos que vivem em colônias. Embora o coral venha em muitos tamanhos, formas e cores, o coral branqueado (em outras palavras, coral incolor) está se tornando mais comum devido à falta de cuidado com o meio ambiente.
  • Cosmos: Cosmos são flores que pertencem à família dos girassóis. Eles têm uma única camada de pétalas que se curvam para cima e têm pontas ligeiramente irregulares.
  • Canna: Embora também seja conhecido como lírio-canna, não é um lírio verdadeiro. É uma planta alta com pétalas longas e coloridas que se enrolam para fora. Existem variedades amarelas, laranja e vermelhas.
  • Salvia: A sálvia é uma planta da família da hortelã e também é conhecida como sálvia. Embora a forma mais comumente conhecida da planta seja um roxo-azulado, a sálvia com flores vermelhas vibrantes também existe.
  • Azaelea: Azaléias são arbustos que crescem melhor na sombra. Eles são populares como plantas decorativas no sul da Ásia e em partes da Europa.
  • Gerânio perene: Estas flores têm folhas longas e cinco pétalas com nervuras visíveis. Suas cores são ousadas e podem variar de vermelho, rosa, roxo, azul e branco.
  • Hibiscus: Essas flores crescem em regiões tropicais quentes e também são conhecidas como malva rosa. Eles têm um único estame longo e pétalas levemente franzidas.
  • Girassol Vermelho: Os girassóis vermelhos têm as mesmas sementes escuras dos girassóis amarelos, mas com pétalas vermelho-escuras.
  • Opala Vermelha: Opalas são uma forma de sílica e são comumente usadas em decoração e joalheria.
  • Cinábrio: Este é um mineral e é a base para o pigmento vermelhão, que é um vermelho tomate brilhante.
  • Cardeal do Norte: Isso é conhecido coloquialmente como o pássaro vermelho. Um pequeno pássaro que é totalmente vermelho, exceto por uma pequena máscara preta & # 8220 & # 8221 ao redor de seus olhos e bico.
  • Gloxinia: Esta é uma erva tropical com flores. Possui pétalas achatadas e redondas que são pontudas na ponta e se sobrepõem ligeiramente.
  • Rose Fish: Este é um tipo de rockfish com olhos grandes e um padrão vermelho mosqueado. Também conhecido como perca vermelha, peixe vermelho dourado, dourada, arinca da Noruega e perca do oceano.
  • Redfish de águas profundas: Este é um peixe de tamanho médio com barbatanas e espinha vermelhas e uma barriga branca.
  • Cochonilha: Cochonilhas são pequenos insetos que se alimentam de peras espinhosas. Quando triturados (o que é considerado por muitos uma prática antiética), eles fornecem a base para um tom de tinta vermelha.
  • Açafrão: O açafrão é uma especiaria utilizada como corante e corante em alguns tipos de pratos culinários.
  • Lula vermelha de Humboldt: Esta é uma grande lula vermelha conhecida pelo seu comportamento predatório.
  • Snapdragon: Também são conhecidas como flores de dragão. Eles têm caules longos e frondosos, cobertos por flores de cores vivas.
  • Ácaro: Os ácaros são minúsculos aracnídeos comumente conhecidos por suas infestações em animais e alimentos armazenados.
  • Spinel: Spinels são um mineral cristalino comumente confundido com rubis.
  • Íbis Escarlate: Esta é uma ave pernalta de tamanho médio, inteiramente vermelha, exceto pelo bico e algumas penas de ponta preta em cada asa.
  • Lily Beetle: Estes também são conhecidos como escaravelhos do lírio vermelho, escaravelhos do lírio vermelho e escaravelhos das folhas do lírio. Eles são inteiramente vermelhos, com exceção das pernas, rostos e antenas.
  • Turmalina: Esta é uma pedra semipreciosa que geralmente é um verde pálido misturado com um rosa avermelhado.
  • Coral Mole Vermelho: Isso também é conhecido como coral precioso. Tem uma cor vermelho pêssego e uma textura de aspecto fofo.
  • Tulipas: As tulipas têm flores redondas voltadas para cima. Eles têm uma longa história de cultivo e vêm em várias cores.
  • Petúnia: Petúnias têm flores finas, macias e com babados.
  • Lírios Vermelhos: Estas são flores grandes e vistosas, apreciadas pelos floristas. Suas pétalas se curvam para fora e podem ter um padrão pontilhado próximo à base.
  • Crisântemo: Os crisântemos têm tantas pétalas pequenas e pontiagudas em camadas que parecem quase fofas. Eles são nativos da Ásia e têm um significado simbólico na cultura chinesa.
  • Camarão: Estes são pequenos crustáceos com uma cauda longa e enrolada. Sua coloração pode variar do laranja ao vermelho, alternando com o branco.
  • Marigold: Normalmente, são uma laranja dourada brilhante, mas também podem ser encontrados em variedades laranja-vermelho.
  • Goldfish: Estes são pequenos peixes de água doce comumente mantidos como animais de estimação e mantidos em lagos e aquários. Eles variam em cores de ouro, amarelo, laranja, vermelho e branco.
  • Beterraba: Esta é uma planta com um suco de coloração vermelho-púrpura que é usada como corante para alimentos, tintas, tintas naturais e hena.
  • Poinsétia: Também são conhecidas como Flores de Natal devido à sua coloração vermelha e verde escura. Eles são comumente usados ​​na decoração de Natal, incluindo grinaldas e buquês. Ao contrário da crença popular, poinsétias não são flores & # 8211 as pétalas vermelhas & # 8220 & # 8221 são, na verdade, folhas coloridas.
  • Freesia Vermelha: Estas são flores perfumadas com uma cabeça em forma de trombeta. Algumas espécies são populares como plantas ornamentais e podem vir em várias cores.
  • Áster: Os ásteres têm pétalas longas e estreitas e se parecem com uma margarida. Seu nome significa & # 8220star & # 8221 e é uma referência ao formato de suas flores.
  • Celosia: Esta planta é comestível e ornamental. Possui uma cabeça de flor pontiaguda em forma de cone com uma textura fofa.
  • Gazania: Essas plantas têm flores grandes com pétalas amarelas que são listradas com um laranja-avermelhado escuro.
  • Salamandras com manchas vermelhas: Eles também são conhecidos como Eastern Newts. Eles vivem em pequenos lagos e lagoas e têm um corpo vermelho com pequenos anéis pretos ao longo de suas costas.
  • Lótus: Eles são semelhantes aos nenúfares, mas em vez de flutuar diretamente sobre a superfície da água, eles crescem ligeiramente acima da superfície. Os lótus têm um significado simbólico na cultura chinesa.
  • Caranguejo Vermelho Espinhoso: Esses caranguejos têm pernas longas e espinhos bastante longos por todo o corpo.
  • Frogfish: Frogfish são um tipo de tamboril. Eles são pequenos, atarracados e cobertos de saliências e apêndices para ajudar na camoflagem.
  • Esquilo: Estes são roedores com caudas longas e espessas. Conhecido na cultura popular por ser fofo e comer bolota. Sua pele é marrom avermelhada, com uma mancha branca na frente.
  • Figs: São frutas doces em forma de pêra, que são consumidas frescas ou secas. Quando frescos, têm o interior vermelho.
  • Illawarra Flame Tree: Esta é uma grande árvore nativa da Austrália. Possui flores vibrantes em forma de sino que cobrem toda a árvore.
  • Chama da Floresta: Esses arbustos são pontilhados por grupos de pequenas flores vermelhas. Suas flores têm quatro pétalas estreitas e pontudas e podem vir nas variedades amarela, vermelha e pêssego, embora a vermelha seja a mais comum.
  • Garoupa de Coral: Estes são grandes peixes vermelhos com um padrão azul manchado.
  • Ameixa: Essas frutas podem ser consumidas frescas ou secas (ameixas secas são conhecidas como ameixas).
  • Antúrio: Também conhecida como flor flamingo ou laceleaf. Possui botões vermelhos escuros voltados para cima, brilhantes e estriados.
  • Sangue de dragão & # 8217s: Esta é uma resina dura e vermelha usada em incenso, tintas, remédios e vernizes.
  • Sapos Dardos Venenosos Vermelhos: Estas são pequenas rãs com patas pretas, olhos e um padrão de manchas pretas.
  • Chicote Vermelho: Trata-se de uma cobra com um padrão de vermelho e marrom claro.
  • Tamboril: Trata-se de um predador com corpo vermelho-acastanhado. Eles têm uma isca presa à cabeça para atrair a presa.
  • Peônia: As peônias são perenes com flores grandes e redondas com muitas camadas de pétalas finas. Eles têm flores perfumadas e são uma escolha popular para buquês de noiva.
  • Camélia: As camélias são nativas da Ásia e são conhecidas como & # 8220 flores do chá & # 8221 em chinês. Elas têm pétalas redondas e sobrepostas e o óleo que pode ser extraído delas é muito usado em cosméticos e culinária.
  • Begônia: Estas flores são encontradas em climas úmidos e tropicais e são populares como plantas ornamentais de interior.
  • Cobra do Milho: Este é um tipo de cobra-rato que usa constrição. Eles têm um padrão vermelho-tomate e branco.
  • Columbine: As columbinas também são chamadas de Granny & # 8217s Bonnets. Eles crescem em prados, bosques e têm pétalas pontiagudas e esporadas.
  • Formiga de veludo vermelho: Em vez de uma formiga, é na verdade uma vespa com uma picada extremamente dolorosa. Eles têm um corpo fofo com um padrão vermelho e preto brilhante.
  • Rowan Berries: Rowans também são chamadas de cinzas da montanha, e suas bagas são pequenas, redondas e de cor vermelha clara.
  • Salamandra oriental com manchas vermelhas: Esta é uma salamandra encontrada na América do Norte com um corpo pequeno e vermelho-alaranjado.
  • Nascer do Sol: Isso também é conhecido como helianthemum, esteva, rushrose e frostweed. Estes são arbustos com flores solitárias de cinco pétalas nas cores rosa, vermelho, laranja ou amarelo.
  • Rosa da Quaresma: Também conhecida como heléboro, rosa de Natal e rosa de inverno. Apesar do nome, não é realmente uma rosa, nem mesmo parente próximo da família das rosas. Eles têm pétalas vermelho-púrpura escuras e podem ser venenosos.
  • Scarlet Monkeyflower: Esta é uma planta grande com flores vermelhas ou laranja-avermelhadas e folhas ligeiramente espinhosas.
  • Crape Myrtle: Também conhecido como murta crepe. Estas são uma árvore com flores coloridas que são populares como árvores ornamentais.
  • Callistemon: Isso também é conhecido como escova de garrafa. Possui flores vermelhas brilhantes em forma de pincel que se irradiam em um padrão cilíndrico.
  • Zinnia: Zinnias são um tipo de margarida de cores fortes com muitas camadas sobrepostas de pétalas estreitas.
  • Cockscomb: Esta flor é nativa da Índia e se parece com o favo da cabeça de um galo. Tem uma textura fofa e franzida.
  • Calla Lily: Estas são flores grandes com uma pétala larga enrolada em forma de copo em forma de cone, abrigando um único estame amarelo brilhante.
  • Polvo de coco: Este é um polvo de tamanho médio encontrado em águas tropicais. Tem tentáculos grossos com um padrão branco.
  • Alstroemeria: Também conhecido como lírio dos incas ou lírio peruano. Ele tem duas camadas de pétalas, com a camada interna sendo padrões e a externa mostrando um gradiente de cor forte.
  • Minium: Este é outro nome para chumbo vermelho. É um pigmento vermelho-alaranjado vibrante, comumente usado na pintura na Idade Média.
  • Sábio Vermelho Anual: Estas são uma flor espessa com botões que são semelhantes em aparência à alfazema. As pétalas são de um vermelho vivo e as flores crescem acima, em folhas largas e planas.
  • Chagas: Isso também é conhecido como agrião indiano ou agrião monges. Tem caules longos e arrastados e folhas quase circulares. As flores têm cinco pétalas e são de cor laranja-avermelhada.
  • Sálvia de abacaxi: Também conhecida como sálvia tangerina. Este é um arbusto com flores pequenas e estreitas e um perfume semelhante ao do abacaxi.
  • Primula: Estas são altamente valorizadas como plantas ornamentais, com uma história de cultivo e hibridação. Possui pétalas grandes e arredondadas com uma marca semelhante à de uma flor de cerejeira.
  • Asoka: Asokas são flores com quatro pequenas pétalas em forma de diamante.
  • Fruta de pera espinhosa: Estes são bulbos rosa-avermelhados que crescem sobre os remos das peras espinhosas. Eles contêm as sementes do cacto e têm protuberâncias, em vez de espinhos.
  • Aglomerado de estrelas: Esta planta produz cachos de pequenas flores com pétalas em forma de estrela. Eles podem ser brancos, rosa ou vermelhos, e às vezes a variedade vermelha tem um centro branco.
  • Bleeding Heart Vine: Esta planta com flores também é conhecida como bagflower e glorybower. Ela cresce em climas tropicais quentes e tem pequenas flores com pétalas pontiagudas.
  • Florescimento do marmelo: Esta é uma flor vermelha clara nativa da Coréia, China, Birmânia, Japão e Butão. No oeste, eles são cultivados como plantas decorativas para suas flores, ao invés de seus frutos.
  • Cravo: Os cravos têm pétalas finas com babados e bordas irregulares. Eles variam amplamente em cores.
  • Red Lory: Esta é uma espécie de papagaio com plumagem vermelha brilhante. It has a yellow beak with a few blue feathers in its wings.
  • Daylily: These are flowers that generally last for no longer than a day (thus their name). They have long petals that curl outwards and are slightly frilled at the edges.
  • Verbena: This plant grows in densely-packed clusters, with small, five-petalled flowers.
  • Lycoris: These are also known as hurricane lilies and cluster amaryllis. They have long stalks and leaves, and narrow curved petals that resemble the spokes of an upside-down umbrella.
  • Amaryllis: These are a type of flowering bulb. It has mildly curled petals and a soft texture.
  • Red-Veined Darter: This is a dragonfly with a red body and translucent wings found in marshes, ponds, lakes and rivers.
  • Sweet Pea: This is a climbing plant which can grow to two metres tall. The petals can range in colour from lilac, blue, white, pink and red.
  • Red Cardinal Flower: This is a tall plant with flowers that grow vertically up it. It has long, drooping petals.
  • Firecracker Plant: This is also known as russelia. It has long, thin leaves, and narrow, tubular flowers.
  • Fiji Fire: This is a sturdy, dense bush with leaves that are a deep burgundy and dark green.
  • Gerbera Daisy: Gerberas are a type of daisy. They have long, narrow, velvety petals and come in a wide variety of colours.
  • Red Pygmy Water Lily: These are blooms that float on the surface of a pong. It has pale red flowers, with thin, pointed petals.
  • Anemone Flower: Anemone flowers have large, round petals that overlap.
  • Red Trumpet Creeper: This plant has clusters of small red flowers that are shaped like that flared end of a trumpet.
  • Glass-Eyed Squirrel Fish: This is a small to medium sized fish with a red and white patterned body.
  • Axolotl Calisto: This is also known as the Mexican walking fish, and is an amphibian. They’ve very popular as a companion pet since many people think they’re cute.
  • Fulvous Forest Skimmer: This is a dragonfly with red wings and a red body, but transparent wing tips.
  • Tschudi’s False Coral Snake: This snake has a red and black pattern with a black head.
  • Question Mark Butterfly: These butterflies range from orange to red, with a brown or black pattern on their wingtips.
  • Cherry Shrimp: This is a shrimp with a mottled red pattern.
  • Red Velour Mite: These are less than 1mm in length with a bright red body.
  • Mediterranean Red Sea Star: These are sea stars with long, thin limbs.
  • Blood-Red Glider: This is a species of butterfly with red wings that are edged with black.
  • Tomato Frog: These frogs are very round and squat, with a tomato-red hide and black stripes running down its sides.
  • Coneflower: Coneflowers have a very unique appearance as their petals curve downwards, rather than up. The centre of the flower has a distinctive cone-like shape, hence the flower’s name.
  • Vampire Squid: This is a small squid found in deep sea conditions. It has ear-like flaps on either side of its head and short, webbed tentacles.
  • Coffinfish: This is a species of sea toad that’s found in salty waters. It has a squat body with bumps and small spines all over.
  • Japanese Spider Crab: These are a type of crab with extremely long legs and a mottled tomato-red and cream pattern.
  • Rougheye Rockfish: This is a type of rockfish with spines down its back. It’s entirely orange-red with black edging on its fins.
  • Giant Barrel Sponge: This grows in Caribbean coral reefs and is the largest type of sponge.
  • Crescent-tail Hogfish: These are a small white fish patterned with broad red stripes.
  • Western Scorpion Fish: These are a bright red fish with a spiny, bumpy body.
  • Purus Red Howler: This is a type of howler monkey with long, dark red fur.
  • Can Can Scarlet: This is a type of hybrid carnation with vibrant, frilled petals.
  • Dark Red Yarrow: In the past, yarrow was used medicinally to staunch the flow of blood from open wounds. This flower is also known as old man’s pepper, devil’s nettle, milfoil, soldier’s woundwort, thousand-seal, goraldo, nosebleed plant and thousand-leaf.
  • Blanket Flower:These flowers have a very round head with pronged petals. The petals are bright red near the centre and yellow near the edge, giving the flower a painted effect.
  • Red-Headed Cardinal Beetle: This is an entirely red beetle with the exception of antenna and legs, which are black.
  • Crimson Star: These are flowers with two layers of petals. The inner layer consists of five white, rounded petals, while the outer layer resembles a pointed red cap sitting atop the inner layer.
  • Mwanza Flat-Headed Rock Agama: This is also called the Spider-Man Agama due to its half-red, half-blue colouration.

We hope that this list of naturally red things was useful for you! We did our best to be as varied and thorough as possible, but if we missed anything that you think should be included, feel free to let us know by leaving a comment.


Red bug

Nossos editores irão revisar o que você enviou e determinar se o artigo deve ser revisado.

Red bug, também chamado Stainer, Firebug, ou Pyrrhocorid Bug, any insect of the family Pyrrhocoridae (order Heteroptera), which contains more than 300 species. The red bug—a fairly common, gregarious, plant-feeding insect found mostly in the tropics and subtropics—is oval in shape and brightly coloured with red. It ranges in length from 8 to 18 mm (0.3 to 0.7 inch). Dimorphism, a condition in which two or more visibly different forms exist, may occur in some species (e.g., Pyrrhocoris apterus can be winged or wingless).

O gênero Dysdercus is one of the most destructive cotton pests in North America and India. This cotton stainer damages cotton plants by sucking the sap and destroys the cotton bolls by staining them with excrement. At one time small piles of sugarcane were put between rows of cotton and orange trees to attract the red bugs they were then destroyed with hot water. Now dusts and sprays are used for control. Not all red bugs are destructive. In India Dindymus larvae feed on termites, and the adults prey on flies.

This article was most recently revised and updated by Amy Tikkanen, Corrections Manager.


Perguntas

Ask a Question Here are the questions asked by community members. Read on to see the answers provided by the ThriftyFun community or ask a new question.

Question: Identifying Tiny Black Bugs in My Carpet?

How can I identify these tiny bugs that are almost invisible, although they are black? We have almost white carpeting in most of the rooms and you have to look very closely to see them. When you are just ready to pick them up, they begin to move. I now use the method of getting them on paper and then placing them in an tight used medicine bottle. Some live for weeks some so tiny the look like this: ( . ) others looks like tiny beetles. You don't notice they have wings until they are turned upside down. I cannot see legs, nor antenna, just this ( . ).

They have been found mostly by our PC tower, others in the master bedroom. I am going zonkers trying to find out if I need an exterminator and are they dangerous to our health. Anyone, someone, please help or refer me to an authority on bugs. The exterminators will not come out unless you identify them, dud, I can't. Thank you and please help.


There is considerable misinformation about bird mites, much of it propagated by websites promoting remedies to imagined whole-house infestations. Há no evidence whatsoever that any of the bird/rodent/nest mites infest homes. Rather they enter houses when their natural animal hosts abandon the nest or die. Elas don't establish a permanent infestation because we are not a suitable substitute host.

Bird mites do not jump, hop or fly and in fact can't move very far from their source (notice the short legs in the photo above). So where you find them the original source nest is probably nearby. Elas don't burrow into skin and are easy to wash off with soap and water. The mites are small but not impossible to see, even without magnification (see photo above). They do not multiply in homes and are not difficult to eliminate once the original animal nest has been removed.


WELCOME TO S an L uis O bispo,

There are six species of cockroaches in California that can become pests: German cockroach, brownbanded cockroach, oriental cockroach, smokybrown cockroach, American cockroach, and Turkestan cockroach. A seventh species, the field cockroach, is not really a pest. It is usually found outdoors, but sometimes comes indoors when it is hot or dry and is often mistaken for the German cockroach. Of these seven species, the one that has the greatest potential for becoming persistent and troublesome is the German cockroach, which prefers indoor locations. Oriental and American cockroaches occasionally pose problems in moist, humid areas.

PROBLEMS ASSOCIATED WITH COCKROACHES

Cockroaches may become pests in homes, schools, restaurants, hospitals, warehouses, offices, and virtually in any structure that has food preparation or storage areas. They contaminate food and eating utensils, destroy fabric and paper products, and impart stains and unpleasant odors to surfaces they contact.

People are repulsed when they find cockroaches in their homes and kitchens. Cockroaches (especially the American cockroach, which comes into contact with human excrement in sewers or with pet droppings) may transmit bacteria that cause food poisoning (Salmonella spp. e Shigella spp.). German cockroaches are believed to be capable of transmitting disease-causing organisms such as Estafilococo spp., Estreptococo spp., hepatitis virus, and coliform bacteria. They also have been implicated in the spread of typhoid and dysentery. Indoor infestations of cockroaches are an important source of allergens and risk for asthma among some populations. The levels of cockroaches and allergens are directly related to cockroach density, housing disrepair, and sanitary conditions.

IDENTIFICAÇÃO

Cockroaches are medium-sized to large insects in the order Dictyoptera (formerly Orthoptera). They are broad, flattened insects with long antennae and a prominent, shield-shaped section behind the head called a pronotum. Some people confuse them with beetles, but adult cockroaches have membranous wings and lack the thick, hardened forewings (elytra) of beetles. They are nocturnal and have a tendency to scatter when disturbed. Immature cockroaches (nymphs) look like adults, but are smaller and do not have wings.

Of the six common pest species, German and brownbanded cockroaches inhabit buildings, whereas the oriental, smokybrown, American, and Turkestan cockroaches usually live outdoors or in masonry enclosures away from buildings, only occasionally invading buildings themselves. It is important to correctly identify the species involved in a cockroach infestation so that the most effective control method(s) may be chosen.

GERMAN

Adulto: 0.5 inch light brown, two dark stripes on pronotum

Preferred location: kitchens, bathrooms, food preparation and storage areas

BROWNBANDED

Adulto: 0.5 inch males are golden tan females are darker brown both have light-colored bands on abdomen, wings, and sides of pronotum

Preferred location: warm areas indoors, behind pictures on walls, in hollow legs of furniture, clutter

Adulto: 1.25 inches almost black male, wings are shorter than body female, wings are rudimentary

Preferred location: cool damp, dark places-woodpiles, ivy, ground cover, garages, basements, water meter boxes, and in drains

Adulto:1.5 inches dark brown to mahogany almost-black pronotum

Preferred location: planter boxes, trees, shrubs, vegetation

Adulto: 2 inches reddish brown large body, edges of pronotum are light colored

Preferred location: sewers, water meter boxes, storm drains, steam tunnels, animal-rearing facilities

TURKESTAN

Adulto: female, 1 inch with cream-colored markings along the edges behind the head and around the short, rounded wings males slightly smaller with yellowish-tan wings and cream-colored stripes along the edges

Preferred location: water meter boxes, cracks between blocks of poured concrete, compost piles, leaf litter, potted plants

FIELD

Adulto: 0.5 inch gray to olive brown two black stripes on pronotum one black stripe between the eyes

Preferred location: leaf litter, plant debris

German Cockroach

The German cockroach, Blattella germanica, is the most common indoor species, especially in multiple-family dwellings. They prefer food preparation areas, kitchens, and bathrooms because they favor warm (70° to 75°F), humid areas that are close to food and water. Severe infestations may spread to other parts of buildings. This species reproduces the fastest of the common pest cockroaches: a single female and her offspring can produce over 30,000 individuals in a year, but many succumb to cannibalism and other population pressures. Egg laying occurs more frequently during warm weather. The female carries around a light tan egg case (about 1/4 inch long) until 1 to 2 days before it hatches, when she drops it. Sometimes the egg case hatches while it is still being carried by the female. Each egg case contains about 30 young, and a female may produce a new egg case every few weeks.

Brownbanded Cockroach

The brownbanded cockroach, Supella longipalpa, is not as common as the German cockroach in California and accounts for only about 1% of all indoor infestations. This species seeks out areas that are very warm most of the time, preferring temperatures of about 80°F, about 5° to 10°F warmer than what German cockroaches prefer. Favorite locations include near the warm electrical components of appliances such as radios, televisions, and refrigerators. Brownbanded cockroaches prefer starchy food (e.g., glue on stamps and envelopes), are often found in offices and other places where paper is stored, and are more common in apartments or homes that are not air conditioned. They also infest animal-rearing facilities, kitchens, and hospitals. Adult males sometimes fly when disturbed, but females do not fly. Females glue light brown egg cases, which are about 1/4 inch long, to ceilings, beneath furniture, or in closets or other dark places where eggs incubate for several weeks before hatching. Each female and her offspring are capable of producing over 600 cockroaches in one year.

Oriental Cockroach

The oriental cockroach, Blatta orientalis, is sometimes referred to as a water bug or black beetle. It lives in dark, damp places like indoor and outdoor drains, water control boxes, woodpiles, basements, garages, trash cans, and damp areas under houses. It is most likely to occur in single-family dwellings that are surrounded by vegetation. It is also common in ivy, ground cover, and outside locations where people feed pets. Oriental roaches prefer cooler temperatures than the other species do, and populations of this species often build to large numbers in masonry enclosures such as water meter boxes. At night, oriental cockroaches may migrate into buildings in search of food. They usually remain on the ground floor of buildings and move more slowly than the other species. Oriental cockroaches do not fly and are unable to climb smooth vertical surfaces consequently they are commonly found trapped in porcelain sinks or tubs. Females deposit dark red-brown egg cases, which are about 3/8 inch long, in debris or food located in sheltered places. Each female and her offspring can produce nearly 200 cockroaches in one year. Development from a newly emerged nymph to adult can take from 1 to 2 years or more.

Smokybrown Cockroach

The smokybrown cockroach, Periplaneta fuliginosa, is usually found in decorative plantings and planter boxes, woodpiles, garages, and water meter boxes it may occasionally inhabit municipal sewers. They sometimes invade homes, taking refuge in areas such as the attic. Nymphs are dark brown and have white segments at the end of their antennae and across their backs. Smokybrown cockroaches prefer the upper parts of buildings they also may live under shingles or siding and sometimes get into trees, shrubs, and other vegetation during summer months. Females carry the dark brown to black egg case, which measures about 3/8 inch long, for about 1 day before dropping it eggs can quickly hatch in 24 days or take 70 days after being laid, depending on temperature. About 40 to 45 nymphs hatch from a single egg case.

American Cockroach

The American cockroach, Periplaneta americana, prefers warm and humid environments, usually with temperatures in excess of 82°F. Under the right conditions, they readily live outdoors and are common pests in zoos and animal-rearing facilities. They are also common in sewers, steam tunnels, and masonry storm drains. Occasionally they forage from sewers and other areas into the ground floor of buildings. Adult females carry the egg cases around for about 6 days and then cement them to a protected surface where they incubate for about 2 months or longer. The egg cases, which are about 3/8 inch long, are brown when laid but turn black in 1 to 2 days. Each egg capsule contains about 12 young a female and her offspring can produce over 800 cockroaches in one year.

Turkestan Cockroach

The Turkestan cockroach, Blatta lateralis, is usually found in water meter boxes, cracks between blocks of poured concrete, compost piles, leaf litter, and potted plants. They may occasionally be found inhabiting sewer systems. Turkestan cockroaches are relatively new to California and are often mistaken for other cockroach species. Females are often confused with the oriental cockroach but can be distinguished by the cream-colored markings along the edges behind the head and around the short, rounded wings. Males are often confused with the American cockroach but are smaller and have yellowish-tan wings with cream-colored stripes along the edges. The nymphs are half black and half dark red. The biology of the Turkestan cockroach is very similar to the oriental cockroach.

Field Cockroach

The field cockroach, Blattella vaga, prefers outdoor locations and is usually found in leaf litter and plant debris. Field roaches invade indoor areas when it is hot or dry outdoors and are often mistaken for German cockroaches. Field roaches are more olive in color than German roaches and they have a black stripe between the eyes. Adult females carry the egg cases until they are ready to hatch. Each egg capsule usually contains between 30 and 40 young. Development from a newly emerged nymph to adult can be completed in about 3 months.

VIDA ÚTIL

An adult female cockroach produces an egg capsule, called an ootheca, which it carries around protruding from the tip of the abdomen. The German cockroach carries the ootheca for most of the 30-day incubation period and then drops it about the time the eggs hatch the adult female field cockroach also carries the ootheca until eggs are ready to hatch. The other five species carry it for only a short time before depositing it in a suitable location where it incubates for weeks or months. Young or immature cockroaches undergo gradual metamorphosis, which means they resemble adults and have similar feeding habits, but they do not have fully developed wings and are not reproductively active. Immediately after molting, cockroaches are white, but their outer covering darkens as it hardens, usually within hours.

Cockroaches are nocturnal. They hide in dark, warm areas, especially narrow spaces where surfaces touch them on both sides. Adult German cockroaches can hide in a crack 1/16 inch or 1.6 mm wide. Immature cockroaches tend to stay in even smaller cracks where they are well protected. Cockroaches tend to congregate in corners and generally travel along the edges of walls or other surfaces.

Managing cockroaches is not easy. You must first determine where the roaches are located. The more hiding places you locate and manage, the more successful your control program will be. Remember that cockroaches are tropical and most like warm hiding places with access to water. Some locations may be difficult to get to. Reduction of food and water sources and hiding places is essential. If cockroaches have access to food, baits (which are a primary control tool) have limited effect. Sprays alone will not eliminate cockroaches. An IPM approach that integrates several strategies is usually required.

If you know the species of cockroach, you will be better able to determine where the source of infestation is and where to place traps, baits, or insecticides. Note locations of suspected infestations and concentrate control and preventive measures in these areas. The keys to controlling cockroaches are sanitation and exclusion: cockroaches are likely to reinvade as long as a habitat is suitable to them (i.e., food, water, and shelter are available), so the conditions that promoted the infestation must be changed. In addition to sanitation and exclusion, baits can be effective against most species of cockroaches. Pesticide spray products are registered for use on cockroaches and may temporarily suppress populations, but they usually do not provide long-term solutions and are not generally recommended. Commercially available devices that emit ultrasound to repel cockroaches are not effective.

Monitoring Cockroaches
Armadilhas

Traps offer the best way to monitor cockroach populations. By placing traps in several locations and inspecting them regularly, you can identify the areas of most severe infestation and know where to concentrate control efforts. Traps also can be very helpful in evaluating the effectiveness of control strategies. Available retail cockroach sticky traps work well. These traps are open-ended and are lined inside with a sticky material.

To be effective, traps must be placed where cockroaches are likely to encounter them when foraging. The best places are at the junctions of floors and walls and close to sites where cockroaches are suspected good potential monitoring sites can be determined by accumulations of fecal matter (e.g., dark spots or smears), cast skins, egg cases, and live or dead cockroaches. Place traps in all corners of the room to give you an idea where roaches are entering. In the kitchen put traps against walls behind the stove and the refrigerator and in cabinets. Number the traps so you can keep records for each trap separately. Check the traps daily for several days until it is apparent where the greatest number of roaches are caught usually this is within the first 24 hours of placing a trap—after that cockroaches may become wary of the trap. Discard sticky traps by placing them in a sealed plastic bag in the trash. Keep records of roaches trapped in different locations before and after you initiate a management program to evaluate its success.

Other Methods

You can also track a cockroach infestation by using a flashlight to inspect cracks, underneath counters, around water heaters, and in other dark locations. A small mirror on a long handle can be useful in hard-to-see areas. Look for live and dead cockroaches, cast skins, egg capsules, and droppings, all of which aid in identification and are evidence of an infestation.

Sanitation

Cockroaches thrive where food and water are available to them. Even tiny amounts of crumbs or liquids caught between cracks provide a food source. Important sanitation measures include the following:

  • Store food in insect-proof containers such as glass jars or resealable plastic containers.
  • Keep garbage and trash in containers with tight-fitting lids and use liners. Keep trash cans away from doorways. Remove trash, newspapers, magazines, piles of paper bags, rags, boxes, and other items that provide hiding places and harborage.
  • Eliminate plumbing leaks and correct other sources of free moisture. Increase ventilation where condensation is a problem.
  • Vacuum cracks and crevices to remove food and debris. Be sure surfaces where food or beverages have been spilled are cleaned up immediately. Vacuuming also removes cockroaches, shed skins, and egg capsules. Removing cockroaches reduces their numbers and slows development. Vacuumed cockroaches and debris should be destroyed. Because bits of cuticle and droppings may cause allergies, it is recommended that the vacuum cleaner have a HEPA (high efficiency particulate absorber) filter or triple filters.
Exclusion and Removal of Hiding Places

During the day cockroaches hide around water heaters, in cupboard cracks, stoves, crawl spaces, outdoor vegetation, and many other dark locations. They invade kitchens and other areas at night. Limiting hiding areas or avenues of access to living areas is an essential part of an effective management strategy. False-bottom cupboards, hollow walls, and similar areas are common cockroach refuges. Prevent access to the inside of buildings through cracks, conduits, under doors, or through other structural flaws. If it is not practical to remedy these problem areas, treat them with boric acid powder insecticides formulated for cockroach control.

Limit Access

Take the following measures if observation or trapping shows roaches are migrating into a building from outdoors or other areas of the building:


Golden-backed Snipe Fly

Unlike the personable green frog or black bear, small but beautiful insects like the golden-backed snipe fly have not attracted the extensive attention of natural historians. Little is known about their life cycle or their habits. While more may be said of snipe flies in general (the family Rhagionidae), the information is far from complete.

This species of fly is one of around 120,000 members worldwide of the order Diptera, or true flies. Snipe flies tend to be large flies with long legs relative to their body size, rounded heads, and tapering abdomens. C. thoracicus is marked by smoky wings with dark veins on a translucent membrane. Its most distinctive feature is the patch of brilliant gold hair positioned on the upper thorax. One feature that distinguishes it from other species in the same genus is the presence of a light “stripe” along the edge of each abdominal segment however, these are interrupted in the middle and do not continue all the way across the body. As with most insects, the females of this species are much more robust than the males. Both sexes commonly reach 10-12 mm in length.

Golden-backed snipe flies can be found throughout eastern North America, and are most often observed resting on low vegetation in deciduous woodlands. They appear in the late spring and early summer, and have been observed mating in late May and early June, although timing likely varies across their range. The vast majority of dipterans lay eggs which hatch into tiny larvae, lacking true thoracic legs. Although nothing is known about the life cycle of this species, the larvae of flies in the same family are known to develop in rotting wood or moist soil (or occasionally in aquatic environments), feeding on small insects. Most dipteran larvae undergo at least one molt before pupating. Adult snipe flies are typically predatory on other insects, although some members of the family do feed on human or other mammal blood. It is thought that C. thoracicus is in the predatory class, although they have been observed to eat little.

Both of these specimens are females, as can be deduced from their large, robust bodies and relatively small eyes (males’ eyes are much larger than females’). They were found by Vince outside Bannister, resting on ferns.