Geral

Peroxissomos



Peroxissomo: importante organela das células eucarióticas

Introdução - o que são

As células eucarióticas apresentam vesículas espalhadas por seu citoplasma. Algumas dessas organelas são os peroxissomos.

Características principais dos peroxissomos:

Os peroxissomos não devem ser confundidos com os lisossomos, pois existem diferenças entre eles. Apesar de ambos terem forma arredondada com limites definidos por membrana citoplasmática, a origem deles é distinta.

Os lisossomos se formam no Complexo de Golgi. Já para os peroxissomos, a origem ainda está sendo pesquisada, mas parece ser uma autorreplicação associada ao retículo endoplasmático. Se eles se duplicam, deveriam apresentar material genético próprio, como as mitocôndrias. No entanto, não apresentam. Mais atributos:

- Carregam enzimas que participam de reações químicas nas mais diferentes vias metabólicas, sejam de células animais ou vegetais.

- As enzimas pertencem a duas categorias: oxidases e catalases.

- São essenciais para o desenvolvimento do sistema nervoso.

As funções dos peroxissomos

Eles participam do controle da produção da bainha de mielina, a camada de gordura que reveste o prolongamento (axônio) dos neurônios (células nervosas). Mas a função principal é transportar enzimas para que elas participem da desintoxicação e dinâmica química do organismo.

Por exemplo, o etanol, presente em bebidas alcoólicas, é uma substância estranha às células. Uma enzima catalase contribui para que o etanol seja transformado em acetaldeído, que é menos prejudicial.

Igualmente, os peroxissomos promovem a participação das enzimas oxidases na degradação dos ácidos graxos. Na presença de moléculas de oxigênio (por isso o termo oxidase), uma enzima desse tipo atua no sentido de fazer com que um ácido graxo se transforme em um substrato cheio de energia chamado acetil coenzima A (acetil-CoA). Esse composto é importante na fase da respiração que ocorre no interior das mitocôndrias.

Curiosidade

Quando acontecem distúrbios associados às funções dos peroxissomos, podem surgir doenças. Uma delas é a adrenoleucodistrofia (ADL). Essa doença foi tema de um filme de 1992 intitulado O Óleo de Lorenzo. Conta a história de uma criança com problemas graves no sistema nervoso para os quais os médicos têm dificuldade de encontrar um tratamento adequado.

Video: Aula: Organelas Citoplasmáticas - Peroxissomos (Julho 2020).